Doação de sangue: por que é um ato tão importante?

Doar sangue é um ato não apenas de solidariedade, mas de amor que todo cidadão pode ter pelo próximo.

Para doar sangue, é necessário estar atento(a) as condições para realizar o ato, como: estar em boas condições se saúde, com peso mínimo de 50kg, entre 18 e 69 anos, desde que a primeira doação seja realizada até os 60 anos.

Dia 25 de novembro comemoramos o Dia Nacional do Doador de Sangue e, por isso, trouxemos algumas dúvidas para esclarecer em nosso artigo, confira!

Quantas vidas são possíveis salvar com uma doação?

Uma única doação de sangue pode salvar até quatro pessoas. Isso porque, o sangue é fracionado em 4 hemocomponentes principais e então enviado aos hospitais e pacientes que necessitam.

Quais são os critérios para realizar uma doação de sangue?

Os critérios gerais e principais são:

  • Ter idade entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos devem possuir consentimento formal do responsável legal);

  • Pesar no mínimo 50 kg;

  • Faça uma alimentação saudável, evitando alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação;

  • Apresentar documento de identificação (Carteira de Identidade, Carteira Nacional de Habilitação, Carteira de Trabalho).

Como funciona o processo de doar?

Ao chegar no banco de sangue escolhido para a doação, um cadastro com dados gerais e pessoais é realizado, por isso, não esqueça o seu documento oficial de identidade. Em seguida, o doador passa por uma triagem clínica e uma entrevista, com o objetivo de analisar as condições de saúde, assim como os riscos para a pessoa que vai receber.

A coleta do sangue é o próximo passo e, em geral, dura em torno de 15 minutos com todo o material descartável e esterilizado, sem oferecer qualquer risco para quem está doando.

Tipos sanguíneos e a doação

Como sabemos, existem quatro tipos sanguíneos: A e O os mais comuns, AB e B os mais raros. Os doadores com o sangue do tipo O são chamados de doadores universais, já que podem doar para todas as pessoas, no entanto, só podem receber doação de pessoas com o mesmo tipo.

Já os doadores do tipo AB só podem doar para as mesmas com o mesmo tipo sanguíneo, mas podem receber o sangue de qualquer outro tipo. As pessoas do tipo A podem doar para o mesmo tipo ou para AB, assim como o tipo B só pode doar para B e AB.

Além dessas condições, existe também o fator Rh, o qual determina se o tipo sanguíneo é positivo ou negativo. As pessoas com sangue positivo podem receber a doação de pessoas com qualquer Rh, porém só podem doar para pessoas com o sangue positivo. Já o sangue com Rh negativo, pode doar para qualquer Rh – positivo ou negativo- podendo receber apenas do negativo.

Qual é a duração de uma doação?

O momento da coleta de sangue é rápido, levando entre 8 a 15 minutos. Porém, todo o processo para um doador dura cerca de uma hora a uma hora e meia, já que os procedimentos necessários, anteriores à coleta de sangue gastam um tempo maior.

Ao doar sangue, lembre-se que esse hábito requer responsabilidade, compromisso e solidariedade, qualidades que já nascem com todos nós ou podem ser cultivadas desde a nossa infância. Doar sangue traz benefícios para: o doador, hospitais, pacientes, bancos de sangue e sociedade, além de gerar mais segurança as pessoas que podem, a qualquer momento, necessitar dessa doação.

E se você faz parte do grupo das pessoas que não podem doar, saiba que você também pode dar a sua contribuição, através da conscientização de outras pessoas sobre a importância e necessidade de doar sangue.

Nenhum comentário

Responder